Festival de Primavera

Dia 24 de Novembro, a Biblioteca Ataîru, junto com a comunidade do Assentamento Belo Monte e o MTD (Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras pelos Direitos), organizaram o Festival de Primavera. Foi um dia lindo de cultura, partilha e vida comunitária.

Aconteceram todo tipo de atividades ao longo do dia: yoga, teatro, trilha, jogos infantis, feira de produtos da comunidade, futebol, roda de capoeira, danças e música…

Deixamos aqui um link com um pequeno video que fizemos com as fotos do evento:

https://www.youtube.com/watch?v=GgC1o7N8NqA

Aulas de Desenho

No Assentamento Belo Monte temos a sorte de contar com o professor Paulo para nos mostrar as técnicas e os segredos do desenho, cada sábado na Biblioteca Ataîru.

Desenhar os rasgos, escolher o lápis adequado para cada situação, sombreado, técnicas de desenho de cabelo…

Capoeira

Dança, esporte, arte marcial, música e cultura afro-brasileira se unem nessa incrível disciplina que é a Capoeira.

Aulas de Capoeira no Assentamento Belo Monte com o professor Jair uma vez por semana.

III Festival Cultural Ataîru

O dia 16 de março, no assentamento Belo Monte, aconteceu o III Festival Cultural Ataîru. Oficinas e atividades infantis, feira de produtos e comidas da comunidade, dança afro-brasileira, apresentações de bandas convidadas e artistas locais, concurso de desenho, espaço para camping… Foi um trabalho coletivo maravilhoso. Muito obrigado a todos os que participaram.

Capoeira

Há umas semanas, através do nosso Facebook, nos contatou um professor de capoeira interessado e disposto em vir partilhar essa prática com a galera aqui do Belo Monte 🙂

Desde então, acontecem aulas nos domingos, abertas a todes aqueles que sintam o chamado. Obrigado professor Jair pela oportunidade.


Mediações de Leitura

Foi através do Programa de formação de voluntaries em mediação de leitura da ong Cirandar, que nasceu nossa vontade de dinamizar essas mediações de leitura aqui na Biblioteca. Desde o sábado dia 16 de março começou nosso ciclo de sábados de mediação.

Nesses encontros é escolhido um livro para infância para ser lido para o grupo pelos educadores/as. Como diz André Neves, um livro infantil é dirigido para infância de cada um de nós, não é só para crianças. Queremos que esses momentos dedicados aos mais pequenos sejam momentos divididos também pelos adultos.

Além do momento da Leitura, dedicamos um momento depois da leitura para dividir impressões e realizar uma ação cultural, que é uma experiência diferente em cada mediação, já que nasce a partir do livro.


“Alterando um conceito de Otto Ranke sobre o mito, podemos dizer que a literatura é o sonho acordado das civilizações. Portanto, assim como não é possível haver equilíbrio psíquico sem o sonho durante o sono, talvez não haja equilíbrio psíquico social sem a literatura. Deste modo, ela é fator indispensável de humanização e, sendo assim, confirma o homem na sua humanidade, inclusive porque atua em grande parte no subconsciente e no inconsciente.”*

*Em O direito à literatura de Antonio Candido.

O que fazemos?

Focamos nosso projeto em duas áreas de ação:

1- A primeira é a dinamização de um Centro Cultural com função de Biblioteca com dois locais: um no Assentamento Belomonte (que está em funcionamento desde 2014) e esta previsto um de nova criação em Bom Retiro de Guaíba (localização da escola), onde desenvolvem-se uma série de cursos e atividades culturais e artísticas voltadas para crianças e jovens dessas comunidades.

As atividades previstas para o ano de 2018 são: aulas de música (principalmente violão, harmonia, solfejo e flauta), aulas de espanhol, artesanato, teatro, reforço escolar e ioga. Além disso são organizados  festivais periódicos de música e artes, sessões de cinema quinzenais e encontros literários.

2- A segunda área do projeto é um Curso de Letramento na Escola  E.E.E.F Sergipe. O curso é implementado nos três últimos anos do ensino fundamental e no E.J.A (Escola para Jovens e Adultos). Este curso foi implementado entre 2014 e 2016 com perto de 90 participantes.

Consiste em fortalecer a capacidade de dominar a linguagem, não apenas no campo da expressão (escrita e verbal), mas também na capacidade de compreender e sintetizar.

Consideramos que em nosso projeto torna-se essencial poder trabalhar diretamente com o enriquecimento da linguagem simbólica dos alunos. Queremos que a alfabetização seja uma ferramenta útil para eles: servir como fonte de informação e organização; ajudá-los a transmitir ideias aos outros de maneira clara; fazer relações conceituais complexas e estimular o pensamento crítico e simbólico. O Letramento é considerado como uma ferramenta básica para o desenvolvimento humano, participação ativa na sociedade e para enfrentar a aquisição de habilidades e conhecimentos de todas as matérias.

Um plano individualizado de incentivo à leitura é realizado em paralelo.

O projeto de Letramento e o apoio à alfabetização serão desenvolvidos em estreita colaboração com o departamento de língua portuguesa da E.E.E.F Sergipe.

Centramos nuestro proyecto en dos áreas de actuación:

1- El primero consiste en dinamizar un Centro Cultural Comunitario con función de Biblioteca con dos sedes: una en el Assentamento Belomonte (que lleva en funcionamiento desde 2014) y otra de nueva creación en Bom Retiro de Guaíba (ubicación de la escuela), donde se desarrollan una serie de cursos y actividades culturales y artísticas dirigidas a los niños, niñas y jóvenes de estas comunidades.

Las actividades previstas para el año 2018 son: clases de música (especialmente guitarra, harmonia solfeo y flauta dulce), clases de español, artesanía, teatro, refuerzo escolar y yoga. Además de festivales periódicos de música y artes, se organizan quincenalmente sesiones de cine y encuentros literarios.

2- El segundo área del proyecto es un Curso de Post-alfabetización en la Escuela de Primaria E.E.E.F Sergipe. Este curso ha sido implementado entre los años 2014 y 2016 con alrededor de 90 participantes. Consiste en fortalecer la capacidad de dominar la lectoescritura, no sólo en el campo de la expresión (escrita y verbal), sino también en la capacidad de comprensión y síntesis. Se lleva a cabo paralelamente un plan de incentivo individualizado a la lectura. Consideramos que en nuestro proyecto se vuelve esencial poder trabajar directamente con el enriquecimiento del imaginario simbólico del alumnado. Queremos que la lectoescritura sea una herramienta útil para ellos y ellas: que sirva como fuente de información y organización; que les ayude a transmitir ideas a los demás de una forma clara; a realizar relaciones conceptuales complejas y a estimular el pensamiento crítico y simbólico. La lectoescritura se contempla como una herramienta básica para el desarrollo, la participación activa en la sociedad y para afrontar la adquisición de habilidades y conocimientos de todas las materias. 


Quem Somos?

Somos uma equipe formada por uma socióloga e um psicólogo, ambos com ampla experiência como educadores e na área da infância.

Além de conhecimento e experiência no local de implementação do projeto, esta equipe conhece o modus vivendi e sempre prioriza o respeito pelas dinâmicas e a cultura local.

Alejandro Suárez (psicólogo) conta com seis anos de trabalho na área de psicologia e pedagogia infantil e juvenil e é formado em Psicología Infantil e Juvenil, Inteligência Emocional e Mediação e Resolução de Conflitos. Tem competências e ampla experiência em pedagogia musical, é formado em musicoterapia e tem dois anos de experiência no tratamento e prevenção de dependências.

Laia Sastre (socióloga) conta também com a titulação de monitora e diretora de tempo livre, e com mais de 8 anos de experiência nesse âmbito, realizando acampamentos de verão para crianças, cursos extra-escolares de teatro, artesanato, ioga, línguas e aulas de reforço escolar para particulares e pequenos grupos.

Ambos profissionais são formados em Elaboração de Projetos Socioeducativos e em Gestão de Projetos Sociais para ONGs e Organizações da Sociedade Civil.

Recebemos voluntários que colaboram com o projeto de forma temporária oferecendo oficinas e cursos específicos, além de colaborar com as escolas E.E.E.F Sergipe e E.M.E.F São José e com as atividades programadas pela biblioteca.

Somos un equipo formado por una socióloga y un psicólogo españoles, ambos con amplia experiencia como educadores y en el área de la infancia. Además de conocimiento del portugués y más de tres años de experiencia en el lugar de implementación del proyecto, este equipo conoce el “modus vivendi” y prioriza el respeto por la cultura local y sus dinámicas.

Alejandro Suárez (psicólogo) cuenta con más de seis años de trabajo en el área de psicología y pedagogía infantil y juvenil. Tiene competencias y amplia experiencia en pedagogía musical y  como profesor de refuerzo escolar. Está formado en musicoterapia, psicología infantil y juvenil, inteligencia emocional y mediación y resolución de conflictos; también cuenta con dos años de trabajo en prevención y tratamiento de drogodependencias.

Laia Sastre (socióloga) cuenta también con la titulación de monitora y directora de ocio y tiempo libre. Tiene más de 8 años de experiencia en este ámbito realizando campamentos de verano para la infancia, así como cursos extraescolares de teatro, artesanía, yoga, lenguas y clases de refuerzo escolar para particulares y pequeños grupos.Ambos profesionales están formados en Elaboración de Proyectos Socioeducativos.