Projetos de leitura durante a quarentena

Ao longo do ano 2020, com essa quarentena interminável, tivemos que modificar uma pouco nosso trabalho. Hoje queremos dividir com vocês dois dos projetos que tiveram mais sucesso: O clube de Leitura e as Sacolas de Leitura.

O clube de leitura é uma iniciativa que desenvolvemos em colaboração com a ONG Cirandar, parceira nossa desde dois anos atrás. Desde agosto, a gente se reúne todas as quartas feiras, virtualmente, para conversar sobre literatura, cinema, filosofia, politica e outros assuntos que nos interessam e provocam. São encontros muito ricos com adolescentes entre os 15 e 18 anos. Além de ler, também escrevemos e esperamos em breve poder fazer alguma publicação com os nossos escritos.

Nessas fotos podem observar dois imagens dos encontros que tivemos com dois escritores, Christian David e Caio Riter, ambos de Porto Alegre. Foram incríveis! Com o Christian a gente repetiu encontro para uma oficina de escrita que teve muito sucesso! O terceiro encontro com escritor foi com Júlio Emílio Braz, outros escritor do Rio de Janeiro, que nos manteve duas horas atentes entre histórias e risadas, baita encontro!

Na imagem a seguir, podemos ver alguns dos títulos que conseguimos até o momento. Cada participante recebeu um exemplar de cada libro para suas bibliotecas pessoais.

O segundo projeto, as sacolas de leitura, consiste na distribuição quinzenal de estas lindas e coloridas sacolas pelas casas com crianças do Assentamento. Cada sacola leva dois livros e algumas tarefas que chegam da escola.

Exposição e finalização do Curso de Desenho Realista Junho-Dezembro 2019.

O sábado 21/12, no Assentamento Belo Monte, aconteceu o evento de finalização do Curso de Desenho Realista com uma exposição dos trabalhos realizados pelos alunos e a entrega de certificados.

O Professor Paulo expressou sua satisfação pelo resultado e o envolvimento dos participantes. Foi um momento lindo de partilha comunitária com um almoço coletivo.

Parabéns aos envolvidos!

Festival de Primavera

Dia 24 de Novembro, a Biblioteca Ataîru, junto com a comunidade do Assentamento Belo Monte e o MTD (Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras pelos Direitos), organizaram o Festival de Primavera. Foi um dia lindo de cultura, partilha e vida comunitária.

Aconteceram todo tipo de atividades ao longo do dia: yoga, teatro, trilha, jogos infantis, feira de produtos da comunidade, futebol, roda de capoeira, danças e música…

Deixamos aqui um link com um pequeno video que fizemos com as fotos do evento:

https://www.youtube.com/watch?v=GgC1o7N8NqA

Aulas de Desenho

No Assentamento Belo Monte temos a sorte de contar com o professor Paulo para nos mostrar as técnicas e os segredos do desenho, cada sábado na Biblioteca Ataîru.

Desenhar os rasgos, escolher o lápis adequado para cada situação, sombreado, técnicas de desenho de cabelo…

Capoeira

Dança, esporte, arte marcial, música e cultura afro-brasileira se unem nessa incrível disciplina que é a Capoeira.

Aulas de Capoeira no Assentamento Belo Monte com o professor Jair uma vez por semana.

III Festival Cultural Ataîru

O dia 16 de março, no assentamento Belo Monte, aconteceu o III Festival Cultural Ataîru. Oficinas e atividades infantis, feira de produtos e comidas da comunidade, dança afro-brasileira, apresentações de bandas convidadas e artistas locais, concurso de desenho, espaço para camping… Foi um trabalho coletivo maravilhoso. Muito obrigado a todos os que participaram.

Capoeira

Há umas semanas, através do nosso Facebook, nos contatou um professor de capoeira interessado e disposto em vir partilhar essa prática com a galera aqui do Belo Monte 🙂

Desde então, acontecem aulas nos domingos, abertas a todes aqueles que sintam o chamado. Obrigado professor Jair pela oportunidade.


Mediações de Leitura

Foi através do Programa de formação de voluntaries em mediação de leitura da ong Cirandar, que nasceu nossa vontade de dinamizar essas mediações de leitura aqui na Biblioteca. Desde o sábado dia 16 de março começou nosso ciclo de sábados de mediação.

Nesses encontros é escolhido um livro para infância para ser lido para o grupo pelos educadores/as. Como diz André Neves, um livro infantil é dirigido para infância de cada um de nós, não é só para crianças. Queremos que esses momentos dedicados aos mais pequenos sejam momentos divididos também pelos adultos.

Além do momento da Leitura, dedicamos um momento depois da leitura para dividir impressões e realizar uma ação cultural, que é uma experiência diferente em cada mediação, já que nasce a partir do livro.


“Alterando um conceito de Otto Ranke sobre o mito, podemos dizer que a literatura é o sonho acordado das civilizações. Portanto, assim como não é possível haver equilíbrio psíquico sem o sonho durante o sono, talvez não haja equilíbrio psíquico social sem a literatura. Deste modo, ela é fator indispensável de humanização e, sendo assim, confirma o homem na sua humanidade, inclusive porque atua em grande parte no subconsciente e no inconsciente.”*

*Em O direito à literatura de Antonio Candido.